Webnode

 

 

 

Cuidados de enfermagem na PVC

 

 

A pressão venosa central (PVC)

É um importante parâmetro clínico na avaliação de pacientes submetidos a cirurgia cardíaca e pacientes internados em  unidades terapia intensiva e a adequada aplicação dessa medida requer bom entendimento do conceito da interação da função cardíaca com o retorno venoso . Habitualmente, a sua medida é feita por inserção de cateter por veia central posicionado na região intratorácica, havendo boa correlação entre as medidas de veia jugular interna e átrio direito.

A avaliação da PVC obtida no acesso femoral pode ser uma alternativa ao acesso superior (jugular interna ou subclávia) .

 

 

Mensuração da PVC

 

  • Pressão venosa central ( PVC ) é uma medida hemodinâmica freguentemente utilazada em UTI. É determinada pela interação entre volume intravascular,função do ventrículo direito,tônus vasomotor e pressão intratorácica.

 

  • A PVC é obtida atravéis de um cateter locado na veia cava superior.

 

  • Traduz em geral a pressão da veia cava superior e é expressão em centímetros de água ou milimetros de mercúrio.

 

  • O valor normal PVC está entre 0 a 8 mmhg,quando medida na linha axilar média.Uma medida isolada pode não ser significativa,sendo importante monitorar sua evolução.

 

  • Valores abaixo do normal podem sugerir hipovolemias e os valores mais altos podem sugerir sobrecarga volumétrica ou falência ventricular,mas devem sempre ser avaliados em associação a outros parâmetros hemodinâmicos.

 

  • Quando utilizada de maneira criteriosa e sempre que possível associada a outros parâmetros clínicos e hemodinâmico, a PVC é um dado extremamente útil na avaliação das condições cardiocirculatórias de pacientes em estado crítico.

 

 

 

A mensuração da PVC é realizada por meio de um cateter,posicionado dentro da veia cava superior,que pode ser conectado diretamente a uma coluna de água ou a  transdutores eletrônicos de pressão,atravéis dos quais é possivel visualizar a curva de pressão.  É checado radiológicamente para certificar-se que o catéter esteja bem posicionado e não esteja dentro do átrio direito.

 

 

     

Acesso venoso profundo por VJI posterior  ( cateter dupla lúmen )

Via distal para NPT

Via próximal para administração de medicamentos,mensuração PVC.      

 

 

    click na imagem

 RX mostrando posicionamento do cateter acima     

 

 

 Pode-se utilizar para a mensuração da PVC, um manômetro de água graduado em cm ou um transdutor eletrônico calibrado em mmHg. Espera-se que haja oscilação da coluna d'água ou do gráfico no monitor, acompanhando os movimentos respiratórios do paciente.

 

 

  coluna d'água     

 

 

 

 

             Monitor c/  curva pvc azul

 

 

 

 

Materiais necessários para se monitorizar uma PVC em Coluna de água.

 

 

  • 01 equipo de monitorização de PVC;

 

  • 01 frasco de solução fisiológica (250 ou 500 ml); 

 

  • Fita adesiva;

 

  • Régua de nível.

 

             click na imagem

 

 

     

 Montando o sistema de coluna d'água

 

>> Separa-se o material e leve-o até o paciente.

>> Abra o equipo e conecte à solução fisiológica, retirando todo o ar do equipo (das duas vias). Coloque-o e um suporte para soluções e aguarde.

 

 >>  Com a régua de nível, encontre a linha "zero"de referência  e marque no suporte de soluções, a altura encontrada na linha "zero".

 

    click na imagem

 

                                                                     

      Quando régua estiver no nivel marque no suporte esse ponto com uma fita.

 

>> Fixe a fita graduada (vem junto ao equipo) , deixando-a completamente estendida.

>> Pegue o equipo e fixe a região do equipo em que ele se divide em duas vias,no local onde foi marcado no suporte quando foi nivelado na régua.

 

   A via mais longa irá ser conectada no paciente. A via curta, fixe junto à fita graduada, de modo que fiquem juntos essa via, o prolongamento simples do equipo e a fita graduada. Observe na foto abaixo.

 

  

        Encontrando o "zero" de referência da PVC

Normalmente são utilizados 03 pontos de referência para se medir pressões intravasculares.

>05 cm abaixo do ângulo esternal;

>o próprio angulo esternal;

>a linha axilar média.

Segundo ARAÚJO, o ponto que parece corresponder com mais exatidão à desembocadura das veias cavas no átrio direito é a linha axilar média, é é o ponto de referência mais utilizado nas mensurações de PVC. Também ressalta que as equipes devem estabelecer uma rotina padronizada quando vão realizar as mensurações de pressão intravascular, para que sejam mais precisas e confiáveis as medidas da PVC.

 

 

Coloca-se o paciente em decúbito dorsal horizontal. Encontra-se a linha "zero" através da linha axilar média, observando em que número se encontra diante à escala do equipo de PVC. (Convém encontrar o "zero" todas as vezes em que se forem realizar as medidas, pois existem algumas camas que tem regulagem de altura, e pode ter sido alterada).

 

                                                   

  Leitura do valor da PVC

 

Segue-se todos os passos para se encontrar o valor "zero" da PVC.

 

  • Interrompa o gotejamento das infusões (sangue/soros),

 

  • Coloque cama reta,conforme foi montado pvc.

 

  • Abra o equipo para que se preencha a via da coluna graduada com solução fisiológica.

 

  • Então abra a via do paciente, fazendo descer a solução da coluna graduada, observando até que entre em equilíbrio com a pressão venosa central, anotando-se esse valor.

 

  • Espera-se que haja oscilação da coluna d'água ou do gráfico no monitor, acompanhando os movimentos respiratórios do paciente.
     

 

                                                                          

                                                                                                                                                                                                                                  

 Cuidados importantes

 

 

  • Verifique se existem outras soluções correndo no mesmo acesso venoso central. Caso ocorra, feche todas, deixando apenas a via do equipo da PVC. Ao término da aferição, retorne o gotejamento normal das outras infusões (caso existam). Outras infusões alteram o valor real da PVC.

 

  • Fique atento aos valores da PVC. Valores muito baixos podem indicar baixa volemia, e valores muito altos, sobrecarga hídrica.

 

  • Normalmente a coluna d'água ou as curvas em monitor oscilam de acordo com a respiração do paciente. Caso isso não ocorra, investigue a possibilidade do catéter estar dobrado ou não totalmente pérvio.

 

  • O balanço hídrico é importante. Registre a cada 24 horas na folha de controle hídrico, o volume de solução infundido nas aferições da PVC.

 

                                               

 

 Bibliográfia:Cuidados Intensivos Nancy H. Diepenbrock Editora LAB

                  Cuidados Intensivos Maria Tereza Soy Guias práticos de enfermagem

 

 

 

Webnode
<===============. MAGRIM .=============><========.ENFERMEIRO.==========>